Davi: o Maior Rei de Israel

RecordTV Documentário especial Davi: o Maior Rei de Israel vai ao ar neste domingo (16)

Documentário especial Davi: o Maior Rei de Israel vai ao ar neste domingo (16)

Produção revela os achados arqueológicos da época em que o monarca esteve no poder, período retratado em Reis — A Conquista, que estreia na próxima segunda (17), às 21h

  • RecordTV | Do R7

Repórter André Tal seguiu em expedição pela Terra Santa para revelar as evidências arqueológicas do período em que o rei Davi governou em Hebrom e Jebus

Repórter André Tal seguiu em expedição pela Terra Santa para revelar as evidências arqueológicas do período em que o rei Davi governou em Hebrom e Jebus

Divulgação/Record TV

A Record TV exibe no domingo (16) o documentário especial Davi: O Maior Rei de Israel. A produção revela os achados arqueológicos da época em que o monarca esteve no poder, período retratado em Reis — A Conquista, sexta temporada da série que estreia na segunda-feira (17), na Record TV.

A trajetória de Davi é uma história de conquistas, mas também de perseguição, resiliência e fé. Um governante aclamado, que revolucionou uma nação.

O repórter especial André Tal seguiu em expedição pela Terra Santa para revelar as evidências arqueológicas do período em que o rei Davi governou em Hebrom e Jebus, cidade que depois se chamaria Jerusalém.

Antes de se tornar o grande monarca de Israel, Davi era um dos líderes de um território dividido. Enquanto ele governava o reino de Judá, Isbosete, herdeiro do primeiro rei de Israel, Saul, reinava sob Israel.

A equipe mostra os achados arqueológicos de Hebrom, cidade fundamental para o rei estabelecer sua dinastia na região de Judá. Hoje, quem visita o local pode atravessar as muralhas de pedra milenares, local por onde Davi também passou nos sete anos em que reinou na região. As construções modernas dividem espaço com sítios arqueológicos, e é possível descobrir como eram as casas da época. “A gente vê uma pequena parte, uma pequena amostra do que era a cidade de três mil anos atrás”, explica o pesquisador bíblico Miguel Nicolaevsky.

Para expandir seu poder, um feito de Davi foi decisivo: a conquista da cidade de Jebus, que se tornaria capital do reino e ganharia o nome de Jerusalém.

O documentário registra os achados de um importante sítio arqueológico da região: a Cidade de Davi, local apontado por especialistas como sede do palácio do rei, que tinha a estrutura de uma fortaleza. “Era um palácio imponente, que estava no topo da cidade, estrategicamente protegendo Davi de qualquer ataque de invasores”, explica o arqueólogo israelense Eli Shukron.

O arqueólogo Yosef Garfinkel, professor da Universidade de Jerusalém, mostra cerâmicas datadas da época de Davi e acompanha a equipe até o sítio arqueológico da cidade de Khirbet Qeiyafa. “É extremamente empolgante trabalhar em um local como este. A gente soluciona todo tipo de questão histórica”. No local, um achado surpreendente: um vaso com a inscrição do nome Isbosete — o mesmo do homem que governou Israel nos tempos de Davi.

A nação dividida dos israelitas é um dos temas de Reis — A Conquista. Além de revelar os achados arqueológicos, o documentário especial também mostra imagens inéditas desta nova temporada. “Ação, romance, drama, tudo isso você tem. Mas o mais legal é que você tem isso e lições para sua vida”, afirma Cristiane Cardoso, autora da superprodução.

O documentário especial Davi: O Maior Rei de Israel vai ao ar neste domingo (16), às 23h, logo após o Domingo Espetacular.

Últimas