Domingo Espetacular Brasileiros inovam e criam ratos e coelhos como animais de estimação

Brasileiros inovam e criam ratos e coelhos como animais de estimação

Contrários a testes em roedores, casal mantém 18 ratos dentro de apartamento

Você teria coragem de criar um rato em sua casa?

Você teria coragem de criar um rato em sua casa?

Reprodução/ Rede Record

Os animais de estimação preferidos dos brasileiros não se limitam aos cães e gatos. Coelhos e ratos ganham cada vez mais espaços na casa e no coração das famílias.

A paixão do casal Adriana e Sergio são os ratos. Eles têm 18 em um apartamento. Sergio é contra fazer os experimentos mais doloridos com roedores.

— Os ratos também sofrem, eles também são seres vivos, precisam de respeito. Tem que tratar com dignidade.

O casal chega a ficar duas horas todos os dias brincando com os ratos. Os animais comem arroz integral, ervilhas, beterraba ralada, maçã, cenoura e pepino.

Já a coelha Manoela é a “filhinha” da Fernanda. O animal é bem ágil e se alimenta de couve e cenourinha. A pelagem é bem macia. A dona nem liga para os estragos que a coelha faz. Manoela chegou a roer até o papel de parede.

Fernanda acompanhou a invasão polêmica do Instituto Royal, há menos de um mês, e o resgate dos quase 200 cães Beagles por ativistas. Ela é contra a utilização de qualquer tipo de animal em testes de laboratório.

— Se não pode usar cachorro, coelho é a mesma coisa.

O cientista social André de Arruda já observou que a preferência das pessoas em relação aos animais de estimação mudou.

— É muito mais compreensível, hoje em dia, você ter ratinhos como animais de estimação e cobras, porque as pessoas têm a mente mais aberta.

Assista à reportagem completa:

Últimas