Podcast PodCringe Podcast PodCringe: Gigante Leo revela se já sofreu preconceito e como lida com o nanismo

Podcast PodCringe: Gigante Leo revela se já sofreu preconceito e como lida com o nanismo

Humorista conta uma história inusitada de quando a sogra o conheceu

Michael Keller conversa com Leonardo Núñez de Miranda Reis, mais conhecido pelo como Gigante Léo: ator, humorista, analista de sistemas, escritos, palestrante motivacional. Ele sempre foi apaixonado pelo meio artístico. Aos 9 anos, estreou no teatro: “Eu era o burro da peça. E até hoje continuo burrinho (ri). Desde criança eu sempre gostei de atuar, e aí fui profissionalizando”. Ele fala sobre a naturalidade com que sempre encarou o nanismo: “Eu sempre soube lidar e muito se deve à minha estrutura familiar. Sempre fui sempre tratado de forma igualitária. Quando eu ia para a casa de um amiguinho, no colégio, minha mãe nunca falava que eu tinha nanismo. Dizia que eu era o capeta. Isso fez todo a diferença na minha vida. Eu encarava o bullying de outra forma”.

Em 2010, Leo começou no stand up comedy, onde dividiu o palco com humoristas consagrados, como Leandro Hassum, Fábio Porchat, Marcos Veras e Sergio Mallandro. Fez muitos filmes, programas de televisão e também é um sucesso na internet. Leo é casado com Carol, que não tem nanismo, e brinca sobre os perrengues que passa com a sogra: “Quando ela me conheceu, falou que a filha era uma princesa, mas não a Branca de Neve”. Ele conta um pouco da paixão pelo Flamengo e pelo ídolo Zico, que já entrevistou.

Últimas