Caso Henry

Domingo Espetacular Roberto Cabrini traz entrevista inédita com a ex-namorada de Dr. Jairinho no Domingo Espetacular

Roberto Cabrini traz entrevista inédita com a ex-namorada de Dr. Jairinho no Domingo Espetacular

Programa exibe novas informações sobre a morte do menino Henry. É neste final de semana (18), a partir das 19h45

Débora Mello Saraiva, ex-namorada de Dr. Jairinho, concede entrevista para Roberto Cabrini

Débora Mello Saraiva, ex-namorada de Dr. Jairinho, concede entrevista para Roberto Cabrini

Divulgação/Record TV

Neste fim de semana (18), o Domingo Espetacular exibe uma reportagem exclusiva de Roberto Cabrini sobre o caso Henry. O programa traz ainda uma entrevista com a cantora Joelma, que dá detalhes sobre a relação conturbada com o pai. Além disso, a atração mostra tudo sobre a fuga de um traficante paraguaio e sua captura em solo brasileiro.

Na Grande Reportagem desta semana, Roberto Cabrini volta a investigar a morte de Henry Borel. O programa traz revelações e entrevistas exclusivas. Trechos ainda inéditos de uma delas, com Débora Mello Saraiva, ex-namorada do padrasto do menino, o vereador do Rio de Janeiro Dr. Jairinho, irão ao ar no programa —  alguns momentos dessa conversa  já foram exibidos no Cidade Alerta e no Jornal da Record na noite desta quinta-feira (15).

Joelma fala sobre a sua nova música de trabalho e conta como lidou com as sequelas da covid-19

Joelma fala sobre a sua nova música de trabalho e conta como lidou com as sequelas da covid-19

Divulgação/Record TV

Joelma recebeu a equipe do Domingo Espetacular nos  bastidores da gravação do clipe do novo sucesso, Coração Vencedor. A ex-vocalista do Calypso diz que teve a ideia para a música, que considera seu trabalho mais autobiográfico, na época em que se recuperava da covid-19. 

A canção fala sobre uma mulher que finalmente conseguiu se livrar de um amor tóxico e muita gente acha que é uma alfinetada no ex-marido, Chimbinha. 

“Esta música foi, digamos, de uma forma libertadora que veio pra minha vida. Porque, às vezes, a gente está acorrentado, se sente preso, em várias situações. Em um relacionamento tóxico, num emprego onde você não tem paz, não é feliz. Mas você tem que tomar uma atitude”, conta. 

Além do novo trabalho, a artista lembra que teve uma infância complicada e como superou os traumas.  “Eu odiava muito meu pai, porque ele espancava muito a minha mãe. E aprendi a odiar ele assim, pequenininha. E eu cultivava este sentimento horrível como se fosse um bichinho de estimação”, relembra ela.

Só depois de adulta, a cantora voltou a falar com ele: “Eu lembro que quando fui gravar o meu primeiro DVD solo, liguei pro meu pai. Eu não via ele desde os meus 8 anos de idade. Eu liguei para ele: ‘Quem tá falando é sua filha e estou te ligando pra te pedir perdão’”, conta. “Aí, aquilo foi como se tivesse arrancado um peso das minhas costas muito grande”, completa ela.

E por fim, a cantora conta como passou o período em que esteve com covid-19. “Eu fiquei completamente deformada. Eu inchei demais, fiquei maior que uma grávida de 9 meses, com as sequelas do covid”, revela a artista. 

O Domingo Espetacular ainda exibe uma reportagem que mostra como um dos maiores traficantes do Paraguai conseguiu fugir da penitenciária. E os detalhes da perseguição que resultou na prisão dele em território brasileiro. Samura era o principal fornecedor de drogas e armas de uma facção carioca.

O Domingo Espetacular vai ao ar às 19h45. A apresentação é de Carolina Ferraz e Eduardo Ribeiro.

Últimas