Engenheiro preso suspeito de matar esposa nega crime e alega injustiça

Patrick Filgueira está preso de forma preventiva há dois anos e meio no Centro de Detenção Provisória Viana 2, no Espírito Santo. O engenheiro e a professora Danielly Benício viveram juntos por 12 anos, mas depois de uma discussão, Patrick encontrou a esposa morta no chão do quarto. Em entrevista, o acusado negou o crime.