O resgate das brincadeiras tradicionais para frear o vício de crianças em telas

Um estudo recente da UNICEF apontou que um em cada três usuários da internet no mundo é uma criança ou adolescente com menos de dezoito anos. A presença das telas digitais durante o crescimento pode prejudicar o desenvolvimento das crianças. Pensado nisso, pais e especialistas estão resgatando brincadeiras tradicionais para frear a influência tecnológicas e garantir uma infância saudável aos pequenos. Para assistir ao Domingo Espetacular na íntegra, acesse PlayPlus.com