Fala Brasileiro Oito a cada dez brasileiros gostariam de se alimentar melhor

Oito a cada dez brasileiros gostariam de se alimentar melhor

Estudo do Instituto Real Big Data também revela que 85% mudaram os hábitos alimentares após a alta nos preços 

Estudo mostra que brasileiro mudou a alimentação por conta da alta nos preços

Estudo mostra que brasileiro mudou a alimentação por conta da alta nos preços

Pixabay/Rita E

Quem já não escutou que a saúde começa pela boca? Mas será que na prática os brasileiros têm seguido à risca uma dieta equilibrada? Segundo um estudo realizado pelo Instituto Real Big Data, entre os dias 10 e 11 de janeiro, 83% gostariam de se alimentar melhor. Porém, 85% só fizeram mudanças no cardápio por conta da alta nos preços de alguns alimentos, passando a consumir menos carne bovina e frutas.

As mudanças na alimentação em função da dieta só foram apontadas por 13% das mulheres e 9% dos homens. Dos entrevistados, apenas 23% já procuraram ajuda de um médico ou nutricionista para melhorar a alimentação.

De acordo com a pesquisa, 68% admitiram que, nos últimos tempos, passaram a consumir comidas menos saudáveis, e 35% apontaram o estresse e a ansiedade como os principais vilões. 

Para 34%, o motivo teria sido o custo dos alimentos, 16% alegaram ter mudado os hábitos porque passaram a ficar mais tempo em casa durante a pandemia e 11% destacaram facilidade e rapidez como trunfo para ter escapado da dieta saudável.

E se muitos caíram nas tentações e descontaram na alimentação, há também quem não esteja consumindo o suficiente ao longo do dia. Segundo o estudo, 76% não fazem regularmente as três refeições diárias.

Entre os brasileiros que gostariam de mudar a alimentação, 36% desejam incluir comidas mais saudáveis, 31% pretendem consumir comidas mais nobres, 25% querem diversificar a alimentação e 8% gostariam de incluir mais alimentos vegetarianos e veganos no cardápio.

Veja mais dados sobre o estudo do Instituto Real Big Data: 

Pesquisa do Instituto Real Big Data foi realizada entre os dias 10 e 11 de janeiro de 2022

Pesquisa do Instituto Real Big Data foi realizada entre os dias 10 e 11 de janeiro de 2022

Arte R7

Últimas