Autoridades do Paraguai deixam o cargo após prisão de Ronaldinho Gaúcho

Mais um funcionário do serviço de imigração do Paraguai foi detido por envolvimento no caso de Ronaldinho Gaúcho. Jorge Torales é suspeito de fazer vista grossa para a entrada do empresário brasileiro que negociou os passaportes. Ele também teria participado da falsificação e vai depor. Ao todo, três autoridades deixaram o cargo.

Assista ao Fala Brasil na íntegra em PlayPlus.com