Fala Brasil Caso das marmitas envenenadas completa dois meses sem nenhuma prisão realizada

Caso das marmitas envenenadas completa dois meses sem nenhuma prisão realizada

O caso das marmitas envenenadas, que mataram dois moradores de rua, na Grande São Paulo, completa, nesta terça-feira (22), dois meses, sem que ninguém tenha sido preso. A polícia ouviu mais de 20 pessoas, mas não chegou aos assassinos. Um menino de 11 anos, que também comeu alimento com chumbinho, ainda está internado e com problemas neurológicos. A família espera a alta hospitalar, mas não tem condições de arcar com os gastos do tratamento.

Últimas