Fala Brasil Caso Henry Borel: Médicas que atenderam menino prestam depoimento por 14 horas

Caso Henry Borel: Médicas que atenderam menino prestam depoimento por 14 horas

Além delas, também foi ouvida uma enfermeira e o perito responsável pelo laudo que apontou as lesões da criança, que chegou morta ao local com sinais de violência

A polícia colheu o depoimento de três médicas e uma enfermeira que atenderam o menino Henry Borel, de quatro anos, em um hospital particular do Rio de Janeiro. Além delas, também foi ouvido o perito responsável pelo laudo que apontou as lesões da criança, que chegou morta ao local com sinais de violência. Os investigadores querem esclarecer as contradições nos depoimentos de Monique Medeiros e do vereador Doutor Jairinho, mãe e padrasto da vítima.

Últimas