Fala Brasil Caso Henry: Laudo do IML aponta morte por ação contundente

Caso Henry: Laudo do IML aponta morte por ação contundente

O documento mostra que o corpo da criança tinha múltiplas equimoses, espécies de manchas roxas no abdômen, infiltração hemorrágica na cabeça e contusão pulmonar

A equipe do Fala Brasil conseguiu, em primeira mão, imagens do menino Henry, de quatro anos, um dia antes da morte. O garoto estava bem, na companhia do pai, em um shopping do Rio de Janeiro. Poucas horas depois, ele foi levado pela mãe e pelo padrasto, o médico e vereador Doutor Jairinho, ao hospital já sem vida. O laudo do IML aponta que Henry tinha múltiplas equimoses, espécies de manchas roxas no abdômen, infiltração hemorrágica na cabeça e contusão pulmonar, o que indica morte por uma ação contundente, ou seja, agressiva.

Últimas