Fala Brasil Conhecido como “stalking”, crime de perseguição pode entrar para o código penal

Conhecido como “stalking”, crime de perseguição pode entrar para o código penal

Se aprovado, quem cometer o crime pode cumprir penas que vão de seis meses a dois anos de prisão, além do pagamento de multa

Um homem foi preso por perseguir e ameaçar uma delegada em São Paulo. Ele atormentou a policial por dois meses e vai responder ao processo em liberdade. Uma nova lei, que espera a sanção presidencial, aumenta a punição para o crime de perseguição, também conhecido pelo termo em inglês "stalking". Se aprovado, entra para o código penal como "crime de perseguição", com penas que vão de seis meses a dois anos de prisão, além do pagamento de multa.

Últimas