Fala Brasil Homem que confessou ter matado jovem no litoral de SP não é o assassino

Homem que confessou ter matado jovem no litoral de SP não é o assassino

Reviravolta no caso da jovem que foi assassinada em uma trilha em Maresias, no litoral de São Paulo. O homem que foi preso e confessou o crime, não é o assassino. A Record TV teve acesso com exclusividade ao exame do material genético do suspeito de 37 anos. O laudo comprova que de acordo com o que foi recolhido no corpo da vítima, o homem não cometeu o crime. Júlia Rosenberg, de 21 anos, foi morta quando fazia uma trilha. Ela foi encontrada com marcas de violência e tentativa de abuso sexual. O homem foi preso e já teria um histórico de estupro. No momento da prisão, ele confessou o crime, mas na delegacia negou a participação. O suspeito, que está preso temporariamente, vai passar por exame de sanidade mental. Outras cinco pessoas são investigadas pelo feminicídio.

Últimas