Fala Brasil Homem que matou juíza na véspera de Natal tem prisão preventiva decretada

Homem que matou juíza na véspera de Natal tem prisão preventiva decretada

.

Paulo José Arronenzi, de 52 anos, foi preso ainda no local do crime e teve a prisão temporária convertidade em preventiva, no Rio de Janeiro. O engenheiro assassinou a ex-mulher, a juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, na frente das filhas após 11 anos de casamento. O delegado que investiga o caso acredita que o crime foi premeditado.

Últimas