Fala Brasil Homem que matou juíza na véspera de Natal tem prisão preventiva decretada

Homem que matou juíza na véspera de Natal tem prisão preventiva decretada

Paulo José Arronenzi, de 52 anos, foi preso ainda no local do crime e teve a prisão temporária convertidade em preventiva, no Rio de Janeiro. O engenheiro assassinou a ex-mulher, a juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, na frente das filhas após 11 anos de casamento. O delegado que investiga o caso acredita que o crime foi premeditado.

Últimas