Fala Brasil Jovem escalpelada em kart acusa mercado de não pagar mais o tratamento

Jovem escalpelada em kart acusa mercado de não pagar mais o tratamento

A estudante que teve o couro cabeludo arrancado em um kart, no Recife, denuncia que o tratamento precisou ser interrompido. É que o kart funcionava no estacionamento de um mercado, que está arcando com os custos. Mas, a falta de pagamento impediu uma viagem, esse mês, para uma nova consulta. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse o PlayPlus.com