Fala Brasil Laudo aponta que arma de PM morto em assalto foi travada pelo projétil do criminoso

Laudo aponta que arma de PM morto em assalto foi travada pelo projétil do criminoso

O laudo do Instituto de Criminalística revelou que uma bala, disparada pelo bandido, entrou no cano da pistola usada pelo policial

O policial militar Tom Robson Leite de Barros, de 41 anos, estava fora do horário de serviço quando foi surpreendido por um criminoso em Rio Claro, no interior de São Paulo. Ao tentar impedir o assalto, a arma do PM travou e ele acabou morto. O laudo do Instituto de Criminalística revelou que uma bala, disparada pelo bandido, entrou no cano da pistola usada pelo policial, impedindo que ele atirasse. Confira na reportagem exclusiva de André Azeredo!

Últimas