Fala Brasil Pela primeira vez na história, insetos entram nos cardápios europeus

Pela primeira vez na história, insetos entram nos cardápios europeus

Ricos em nutrientes, o consumo de gafanhotos, cigarras e bichos da seda ajuda a combater os radicais livres e previne o surgimento de tumores cancerígenos  

Muito mais ricos em proteína do que a carne bovina, estudos recentes provam que insetos como gafanhotos, cigarras e bichos da seda são uma ótima fonte de antioxidante. Ou seja, o consumo deles ajuda a combater os radicais livres e previne o surgimento de tumores cancerígenos. Bastante apreciados na Ásia, agora os insetos entraram no cardápio dos consumidores europeus. Em maio, os 27 estados-membros da União Europeia autorizaram, pela primeira vez, a comercialização deles como alimentos.

Últimas