Fala Brasil Prefeitura de Salvador prevê prejuízo bilionário com cancelamento do carnaval

Prefeitura de Salvador prevê prejuízo bilionário com cancelamento do carnaval

Sem os trios elétricos e a alegria do axé, vai ser um fevereiro que o folião baiano jamais imaginou: um verão sem carnaval em Salvador. As vendas para o carnaval de 2021 empacaram desde que a pandemia chegou ao Brasil, mas cerca de 10% dos abadás já estavam vendidos. Os empresários do setor esperam que isso não passe de um adiamento; que o carnaval de 2021 aconteça até julho, mas o martelo ainda não está batido: tudo depende da vacina. A prefeitura estima um prejuízo bilionário para a cidade com o adiamento do carnaval e estuda maneiras de minimizar as perdas.

Últimas