Fala Brasil Primeira mulher a presidir a OAB-SP, advogada é criticada por aceitar defesa de Thiago Brennand

Primeira mulher a presidir a OAB-SP, advogada é criticada por aceitar defesa de Thiago Brennand

Pela lei brasileira, todos têm direito a se defender na Justiça 

A criminalista Patrícia Vanzolini, primeira mulher a presidir a Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo, levantou polêmica por faz parte da defesa do empresário Thiago Brennand desde o ano passado. Brennand foi condenado por crimes sexuais e responde a outras ações de abuso e violência contra as mulheres. A advogada passou a sofrer ataques pelas redes sociais por aceitar o trabalho. Pela lei brasileira, todos têm direito a se defender.

Últimas