Profissionais em grupo de risco são obrigados a trabalhar na Grande SP

Uma auxiliar de enfermagem morreu vítima do coronavírus em Carapicuíba, na Grande São Paulo. Mesmo sendo do grupo de risco, ela não foi afastada do trabalho por conta de um decreto da Prefeitura, que determina que todos os profissionais de saúde e segurança pública continuem a trabalhar, independentemente da idade ou doenças preexistentes. Para assistir ao Fala Brasil na íntegra, acesse PlayPlus.com