Fala Brasil STJ reconhece erro e inocenta homem que estava preso injustamente

STJ reconhece erro e inocenta homem que estava preso injustamente

Mais um caso de prisão injusta foi revisto pela justiça. As vítimas de roubo a uma churrascaria na cidade de Tubarão, em Santa Catarina, contaram à polícia que o autor do assalto teria aproximadamente 1,70 metro de altura. O homem, agora inocentado, tem 1,95. Assim, o Superior Tribunal de Justiça acabou absolvendo, por unanimidade, o homem que estava condenado a mais de cinco anos de prisão. Os ministros entenderam que o reconhecimento por foto não pode servir como prova durante o julgamento, sendo necessário o reconhecimento presencial.

Últimas