A ingratidão de Ló

"Um pouco como a realidade de muitos jovens, que escolhem, sem pensar duas vezes, o melhor para si, desconsiderando completamente o que é melhor para os pais"

"Ingratidão é uma semente que dá frutos amargos para vida de quem a usa"

"Ingratidão é uma semente que dá frutos amargos para vida de quem a usa"

Divulgação/Record TV

Biblicamente, a separação de Ló e Abrão se deu por causa de uma briga entre os pastores de Ló e os de Abrão, e para evitar mais conflitos, Abrão pede ao seu sobrinho que escolha um lado para ir, pois assim, ele iria para o lado contrário. Ao ver que o lado de Sodoma era bem mais verde, Ló não hesitou em escolher ir para lá e isso, minha gente, fala tanto sobre quem ele era!

Ló não teve a decência de deixar o seu tio, bem mais velho, que era quase um pai para ele e lhe proporcionou praticamente tudo que tinha na vida, ficar com o melhor lado — não, Ló só pensou em si mesmo, no que era melhor pra si.

E Ló só vai se dar mal depois disso.

Um pouco como a realidade de muitos jovens, que escolhem, sem pensar duas vezes, o melhor para si, desconsiderando completamente o que é melhor para os pais. Se esquecem do trabalho que eles tiveram para lhes dar do melhor, se esquecem de todos sacrifícios que tiveram que fazer para lhes proporcionar a melhor educação... querem mesmo é sair de casa e viver "la vida loca", contrário a tudo que aprenderam com os pais, aliás, se puderem esfregar na cara o quanto não precisam mais deles, fazem questão.

E só se dão mal depois disso.

Ingratidão é uma semente que dá frutos amargos para vida de quem a usa.

Últimas