A injustiça e Ló

"Temos de entender de uma vez por todas que pessoas justas também cometem erros e tomam decisões erradas na vida, e por isso, colhem problemas desnecessários e ninguém melhor que Ló para exemplificar isso"

A justiça de Ló não o poupou da injustiça dos outros e ele só tem a si mesmo para culpar

A justiça de Ló não o poupou da injustiça dos outros e ele só tem a si mesmo para culpar

Reprodução/Record TV

A Bíblia diz que Ló era um homem justo (2 Pedro 2:7) mas vamos ver coisas horrendas acontecerem com ele e sua família nos próximos capítulos de Gênesis e a pergunta que não quer se calar é, como pode um justo sofrer tanta injustiça?

Temos de entender de uma vez por todas que pessoas justas também cometem erros e tomam decisões erradas na vida, e por isso, colhem problemas desnecessários e ninguém melhor que Ló para exemplificar isso.

Antes de morar na cidade, Ló já conhecia o povo de Sodoma, que era um povo sem moral nem princípios, extremamente promíscuo e muito corrupto, mas mesmo assim decidiu morar lá depois da guerra dos quatro reis contra os cinco reis. E como de costume, ele pensou que por ser um homem justo, ele e sua família estariam isentos dos problemas da cidade, afinal, ele como um homem exemplar, manteria a sua família nos seus costumes... o que não foi o que aconteceu ao longo da história (mas hoje vocês não terão spoiler).

O fato é que a nossa justiça não nos guarda da injustiça dos outros. Atentemos, portanto, para quem seguimos e ouvimos, com quem andamos, e onde passamos a maior parte do tempo. É como o ditado já diz “Diga com quem anda que lhe direi quem és”.

A justiça de Ló não o poupou da injustiça dos outros e ele só tem a si mesmo para culpar, afinal, decidiu conviver com a injustiça por pura ganância.

Últimas