A sua fama

"Com certeza, preconceito era o mínimo que a família de Noé sofria, mas nem por isso eles deixaram de construir a arca, se manter fiel a Deus e fugir do mal"

A família de Noé vivia para construir uma arca para um dilúvio em um lugar que quase nunca chovia

A família de Noé vivia para construir uma arca para um dilúvio em um lugar que quase nunca chovia

Blad Meneghel/Record TV

Noé foi justo diante de Deus, mas odiado diante de todos da época. Não dava para ser diferente e ser querido. O “certo” era “errado” e o “errado” era o “certo”, por isso era “obrigatório” ser igual a todo mundo, “aceitar” todo tipo de injustiça pelo “bem” de todos.

Imagina a fama de Noé e sua família?

Uma família que não se misturava nem “confraternizava” com o povo da cidade de Enoque (fundada por Caim). Uma família que vivia para construir uma arca para um dilúvio em um lugar que quase nunca chovia. Uma família diferente, que aparentava se achar melhor que todas as demais. Com certeza, preconceito era o mínimo que a família de Noé sofria, mas nem por isso eles deixaram de construir a arca, se manter fiel a Deus e fugir do mal.

Se vivemos em dias como os dias de Noé, a pergunta que não quer calar é: qual tem sido a nossa fama?

É mais fácil ser pior do que melhor, ser igual do que diferente.

Acompanhe as emoções da novela Gênesis, às 21h, na tela da Record TV.

Últimas