Igual Adão e Eva

"Reconhecer envolve principalmente reconhecimento do erro. Reconhecer o erro não é culpar ninguém"

Adão e Eva: relação se desintegra no primeiro capítulo de Gênesis

Adão e Eva: relação se desintegra no primeiro capítulo de Gênesis

Blad Meneghel/Record TV

Como explicar o quanto temos em comum com dois personagens que viveram tantos milênios atrás? Como nos identificar tanto com pessoas que nunca conhecemos de perto?

Esse é um dos diferenciais das novelas bíblicas, pois são histórias verídicas, contadas estritamente com o intuito de nos deixar lições importantíssimas. Como foi no caso de Adão e Eva.

Ao assistir à relação desses dois pombinhos se desintegrar no primeiro capítulo, vemos o quanto eles erraram ainda mais depois da desobediência no Éden.

Vale fazer uma lista do que ‘não adianta’, quem sabe não cometemos os mesmos erros (ou pelo menos paramos de cometê-los)?

1. Não adianta ficar com raiva do acontecido. Raiva é um sentimento traiçoeiro que nos leva a fazer coisas que não queremos, e não nos deixa pensar muito, quando vamos ver, já fizemos, já falamos e já perdemos.

2. Não adianta culpar o outro pelo o que aconteceu. A partir do momento que decidimos fazer qualquer coisa na vida, nos tornamos responsáveis por aquela decisão e não importa as circunstâncias nem quem nos motivou a ela.

3. Não adianta punir o outro pelo acontecido. O tratamento do silêncio e a mágoa só nos endurecem, não corrigem ninguém.

4. Não adianta fugir do assunto. Enquanto ele não é resolvido, estará sempre presente, por trás de muitas decisões erradas que tomamos.

Então o que adianta? Resolver o problema.

Resolver envolve primeiramente o reconhecimento do erro. Reconhecer o erro não é culpar ninguém. Por exemplo, seria demais Eva admitir que foi tola em acreditar na serpente e Adão admitir que fez pior, não foi enganado por ninguém, comeu do fruto proibido porque quis?

Se Adão e Eva tivessem reconhecido o erro deles e pedido perdão, que seria o próximo passo, eles não teriam perdido o relacionamento com o Pai, mesmo fora do jardim, poderiam contar com Ele.

E o último passo seria decidir não errar mais, entender o porquê erramos... Eva poderia questionar mais os pensamentos que vem à cabeça e Adão não se achar o tal, que podia tudo porque foi lhe dado tudo. 

Mas como quase tudo para o ser humano tem que envolver raiva, mágoa, e vingança... a história continua no segundo capítulo de Gênesis.

Últimas