Entrevistas Bastidores: Torre de Babel mede 62 metros de altura em Gênesis

Bastidores: Torre de Babel mede 62 metros de altura em Gênesis

Sequência gravada antes da pandemia contou com trabalhadores digitais e 380 takes de efeitos especiais

  • Entrevistas | Raíza Chaves, do site oficial*

Em todas as cenas da sequência da Torre de Babel houve interferência de computação gráfica

Em todas as cenas da sequência da Torre de Babel houve interferência de computação gráfica

Record TV

A sequência em que acontece a confusão das línguas na novela Gênesis marcou o capítulo da última quinta-feira (4) e deixou os telespectadores curiosos sobre a Torre de Babel.

A reportagem acompanhou as gravações e revela bastidores da torre que mede 62 metros de altura e exigiu um intenso trabalho da pós-produção, que durou cerca de três meses e contou com aproxidamente 380 takes de efeitos especiais, sendo 14 deles inteiramente digitais.

Em entrevista ao site oficial, o supervisor de efeitos especiais, Anderson Paraná, ressaltou que toda a sequência sofreu interferência da computação gráfica.

"Só do acidente da torre, a gente fez aproximadamente 50 takes e pós uns 43 takes. Tudo que você vê da torre sofreu interferência digital", revelou.

Pós-produção do evento
 durou cerca de três meses

Pós-produção do evento durou cerca de três meses

Blad Meneghel e Vinícius Muhammad/ Record TV

Por fim, Paraná contou outra curiosidade em torno do evento: o desenvolvimento de trabalhadores digitais.

"Fizemos algumas animações específicas para retratar o construtor, o trabalhador que bate o martelo e aquele que passa a massa", explicou.

Veja os momentos que marcaram a separação dos povos em Gênesis:

*Sob supervisão de Juliana Lambert

Últimas