Entrevistas Conheça os bichinhos que se revezam no papel de gatinha de Asenate

Conheça os bichinhos que se revezam no papel de gatinha de Asenate

Relação com os animais nos bastidores levou a atriz Letícia Almeida a adotar um filhote de gato para a filha

  • Entrevistas | Bruna Oliveira e Larissa Ferreira*, do site oficial

No capítulo de segunda-feira (13) de Gênesis, conhecemos a gata de estimação de Asenate (Letícia Almeida). A bichinha se chama Tamina e sua participação na novela guarda uma importância histórica, já que os felinos foram domesticados pelos egípcios – civilização representada nesta fase da trama.

Gata de estimação da personagem influenciou atriz fora das gravações de Gênesis

Gata de estimação da personagem influenciou atriz fora das gravações de Gênesis

Divulgação

Mas o que muita gente não sabe é que Tamina é vivida não só por um gato, mas por um casal de bichanos.

Com um currículo extenso na TV e no cinema (por incrível que pareça!), os irmãos Pepé e Lucky, da raça norte-americana Bombay, têm apenas 4 anos e esbanjam intimidade com as câmeras. A adestradora, veterinária comportamentalista e dona dos animais, Patrícia Rober Christhensen, disse que, ao contrário do que a maioria imagina, os gatos podem ser facilmente treinados, assim como os cães.

Em entrevista ao site oficial, a profissional disse usar o método do "adestramento positivo" para estimular de forma saudável os animais, com recompensas de "comidinhas" para que eles se sintam seguros.

"Desde cedo eles foram treinados pra esse tipo de coisa, são gatos comuns. O adestramento é muito bom pra enriquecer a vida do gatinho também, não só pra trabalhos. Ele faz o animal evoluir mentalmente e abre uma janela de comunicação muito grande com o tutor", explicou.

Antes das gravações, Patrícia fez alguns encontros dos gatinhos com a atriz Letícia Almeida para que eles se acostumassem com a presença dela. E, não só a relação foi essencial para o trabalho em cena, como acabou levando a intérprete de Asenate a adotar um gatinho também, o Bob.

"Minha filha começou a me pedir, fiquei procurando e adotamos. Nunca tive um gatinho, esta é  a primeira vez. Em cena, eu tinha um medinho, mas aí fui perdendo aos poucos. Tem uns dois meses que eu adotei o gatinho, muito fofo", contou Letícia.

Mais do que companheiros, os gatos representavam proteção no Egito Antigo. Segundo o consultor e historiador da novela Maurício dos Santos, a cultura egípcia cultuava a deusa Bastet, uma divindade com cabeça de gato.

"Eles gostavam e adoravam tanto, que quando o gato de estimação morria, raspavam uma das sobrancelhas em forma de luto." comentou.

Acompanhe Gênesis, de segunda a sexta, às 21h, na Record TV. Aos sábados, no mesmo horário, vão ao ar os melhores momentos da semana. A íntegra dos capítulos, assim como cenas extras, estão disponíveis no PlayPlus.

* Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas