Gênesis Responde Por que Deus não quis que Caim fosse assassinado, se ele matou o próprio irmão?

Por que Deus não quis que Caim fosse assassinado, se ele matou o próprio irmão?

Caim cometeu o primeiro assassinato

Caim cometeu o primeiro assassinato

Divulgação/ Record TV

Por que Deus não quis que Caim fosse assassinado, se ele matou o próprio irmão?

Como tudo era inédito, nenhum ser humano havia morrido até então, e Caim havia sido o primeiro a cometer um assassinato, isso poderia gerar um desejo de vingar o sangue de Abel. Então, Deus não queria que a vingança se tornasse um ciclo vicioso entre os homens, por isso disse que quem matasse Caim seria punido sete vezes mais (Gênesis 4:15), quer dizer, de uma maneira pior ainda do que ele foi.

Assim, deixou a lição de que não é porque uma pessoa errou que as outras tinham o direito de errar com ela também. Mas, também não foi “bonzinho” com o erro de Caim, até porque ele colheu em forma de maldição o pecado que plantou (Gênesis 4:10-14).

Se Deus aprovou a oferta de Abel, e rejeitou a de Caim, porque permitiu que Abel morresse e quis impedir que matassem Caim? Ele foi injusto?

Até hoje no mundo vemos situações desse tipo. Parecem que os justos estão perdendo e os injustos estão saindo na vantagem. Porém, a injustiça que Abel sofreu testifica seu caráter justo, que ele era um homem temente a Deus. Todos os heróis da fé mencionados em Gênesis, como também os demais que são citados em toda a Bíblia, também passaram por injustiças. Deus não provoca essas injustiças, mas permite que elas aconteçam para identificarmos quem é quem. A recompensa que cada um recebe de suas escolhas vai muito além da vida neste mundo.

O exemplo de Abel permanece até hoje, todos o identificam como um homem justo (Hebreus 11:4). Dessa forma, podemos concluir que Deus, Soberano em Sabedoria e Justiça, faz até o mal se tornar em bem na vida e na história daqueles que O agradam.

Últimas