Crimes cibernéticos aumentam na pandemia e crianças ficam expostas

Segundo especialistas, não se deve proibir os filhos de navegar na internet. O melhor é conscientizá-los dos riscos.