Hoje em Dia Exército libera militares e continua investigação sobre sumiço de armas

Exército libera militares e continua investigação sobre sumiço de armas

Quatro metralhadoras ainda não foram localizadas e são capazes de atingir aviões e perfurar veículos blindados

Estão liberados todos os militares que estavam aquartelados desde o furto das 21 metralhadoras de um quartel do exército, na Grande São Paulo. Segundo o comando militar, as investigações avançaram e os envolvidos foram liberados para cumprir expediente normal, o que não implica liberação do processo do caso. Das 21 armas levadas, quatro seguem desaparecidas. Todas de calibre ponto cinquenta, capaz de atingir aviões, perfurar paredes de concreto e veículos blindados. Sete suspeitos de envolvimento no crime são investigados.

Últimas