Família carbonizada: primo de Carina é suspeito de executar pais e irmão de Ana Flávia

A Justiça de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, decretou a prisão temporária do terceiro suspeito de participar da morte da família encontrada carbonizada dentro do carro. O pedido foi feito pela polícia após um novo depoimento de Carina Ramos, de 31, companheira da filha das vítimas, que revelou a presença do primo Juliano de Oliveira Ramos Júnior no condomínio. Para assistir ao Hoje Em Dia na íntegra, acesse Playplus.com