Hoje em Dia Famílias convivem com sentimentos contrastantes em relação à covid-19

Famílias convivem com sentimentos contrastantes em relação à covid-19

Enquanto alguns celebram a cura e um novo jeito de viver, outros choram a dor das perdas

Com mais de treze milhões de casos e o recorde acima de 4 .200 mortes diárias, o Brasil continua refém do medo provocado pela pandemia. Nesse ambiente de apreensão, nós encontramos um contraste de sentimentos entre quem enfrentou a covid-19. De um lado, o luto, traduzido em tristeza, dor da perda, dificuldade em resgatar e retomar a vida. De outro, a cura que traz alívio, gratidão e uma nova forma de encarar o mundo.

Últimas