Jornal da Record Governador contraria STF e autoriza produção de amianto em Goiás

Governador contraria STF e autoriza produção de amianto em Goiás

Decisão do Supremo em novembro de 2017 fechou a fábrica de amianto de Minaçu, em Goiás. Nove dos 11 ministros concordaram com a tese de que o produto, banido em mais de 60 países, pode causar câncer e faz mal ao meio ambiente. O fim da produção, porém, causou problemas econômicos à região e deram início a um movimento de pressão para reaver a decisão do STF. O tribunal ainda não liberou a fábrica, mas o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, sancionou uma lei, aprovada pela Assembleia Legislativa, que autoriza a fábrica de Minaçu a voltar a produzir amianto, pelo menos para exportação, uma decisão que ainda promete gerar muita polêmica. Para ter acesso ao conteúdo na íntegra, acesse PlayPlus.com

Últimas