Jornal da Record Polícia Federal prende grupo acusado de usar dinheiro da Lei Rouanet para bancar casamento de luxo

Polícia Federal prende grupo acusado de usar dinheiro da Lei Rouanet para bancar casamento de luxo

A Polícia Federal prendeu, nesta terça-feira (28), 14 suspeitos de envolvimento em fraudes na Lei Rouanet. Entre eles, Felipe Amorim, o noivo do casamento luxuoso que foi que foi pago com dinheiro público, destinado ao financiamento de apresentações de uma orquestra. As prisões fazem parte da operação batizada de Boca Livre que investiga o desvio de verba cedido pelo Ministério da Cultura ao programa de incentivo que permite que produtores e artistas captem dinheiro de patrocínio para projetos culturais com empresas que têm desconto no Imposto de Renda. Segundo a PF, a quadrilha agia desde 2001 e desviou cerca de R$ 180 milhões.