Jornal da Record Superfaturamento em obra leva à prisão assessor de Temer e dois ex-governadores

Superfaturamento em obra leva à prisão assessor de Temer e dois ex-governadores

O ex-vice-governador do Distrito Federal, Tadeu Filipelli, do PMDB, trabalhava como assessor do residente Michel Temer. Ele foi preso na casa onde morava, nesta terça (23). Ele e dois ex-governadores, Agnelo Queiroz, do PT e José Roberto Arruda, são acusados de receber propina para garantir o superfaturamento do Estádio Mané Garrincha, em Brasília, apontado como o mais caro da Copa de 2014. O valor das obras ultrapassou R$ 1,5 bilhões; desse total, R$ 800 milhões foram superfaturados.