Pan Lima 2019 Estrela da natação quer deslanchar na carreira internacional com Pan

Estrela da natação quer deslanchar na carreira internacional com Pan

Fernanda Goeij, que fará sua estreia na competição com apenas 18 anos, tenta medalha inédita para o país nos de 200 m costas e 400 m medley

Pan 2019

Após ouro no Troféu Maria Lenk, Fernanda Goeij quer fazer história no Pan

Após ouro no Troféu Maria Lenk, Fernanda Goeij quer fazer história no Pan

Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Depois de quebrar um longo tabu no Troféu Maria Lenk, com apenas 18 anos, Fernanda Goeij pode colocar o país em outro patamar na natação dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019.

Nascida em Curitiba, a nadadora - que também morou em Vila Velha, no Espírito Santo, e chegou até a treinar nos Estados Unidos para crescer no esporte - pode se tornar a primeira brasileira a conquistar uma medalha nos 200 m costas ou, até mesmo, o primeiro ouro nos 400 m medley feminino.

Incentivada pelo irmão mais velho, Fernanda Goeij deu os primeiros passos na natação com apenas sete anos, numa piscina pequena do prédio em que morava, em Vila Velha. De lá para cá, viu a carreira deslanchar e agora tem a chance de escrever seu nome na história do Pan.

Após brilhar no Troféu Maria Lenk, principal competição nacional da modalidade, em que levou o ouro nos 200 m costas - com tempo próximo ao do recorde da prova, que pertence à ex-nadadora Joanna Maranhão -, Goeij conquistou a vaga no Pan Lima 2019 e tenta, agora, fazer história a nível internacional.

“Fiquei muito feliz e emocionada quando ganhei o 200 m costas, porque ali tive a certeza que iria para o Pan. Eu sou motivada com as competições que têm a cada ano, e os Jogos de Lima eram, com certeza, o principal objetivo desse ano. É uma grande competição, que me motiva a conquistar maiores. Minhas expectativas são muito boas”, revelou.

Bastante focada, Fernanda chegou a viajar aos EUA, com seu técnico Rodrigo Herval, escolhendo um local a 2.100 metros acima do nível do mar para melhorar sua performance. Com isso, ela pretende não só conquistar bons resultados em Lima 2019, mas também a tão sonhada vaga olímpica em Tóquio 2020.

“Meus treinos nos EUA foram bem intensos, além de muito focados nos meus ritmos de prova, com uma boa e pesada preparação física. Sempre treinei com total dedicação, buscando meu melhor, para tentar baixar meu tempo nos 200 m costas, já visando o índice olímpico”, disse.

Goeij quebrou tabu do Clube Curitibano, de 12 anos sem ouro, no Troféu Brasil

Goeij quebrou tabu do Clube Curitibano, de 12 anos sem ouro, no Troféu Brasil

Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Atleta do Clube Curitibano, Fernanda já está mais que acostumada a superar desafios e obter grandes resultados. Depois de estrear na seletiva olímpica de 2016, aos 15 anos, a nadadora não ficou uma temporada sequer sem medalhas.

Em 2017, além de representar o Brasil no Mundial Júnior da modalidade, Goeij ainda conquistou duas pratas no Troféu Brasil. No ano seguinte, foi a vez de disputar os Jogos Olímpicos da Juventude, e conquistar mais três medalhas no Maria Lenk – uma prata e dois bronzes.

Agora, sua missão é um pouco mais complicada: conquistar a primeira medalha brasileira nos 200 m costas e, quem sabe, o primeiro ouro do país nos 400 m medley. “Estou com muita fé que conseguirei (quebrar esses tabus), é tudo que quero e estou focada para fazer. Estou muito bem treinada, e só preciso colocar isso em prática”, completou.

As provas da natação começam a ser disputadas no dia 6 de agosto, e Fernanda entra nas águas de Lima no dia 7, para a disputa da fase eliminatória nos 200 m costas, e no dia 9, quando estreia nos 400 m medley.

A Record TV é a emissora oficial dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Você pode acompanhar os eventos ao vivo no R7.com e conferir todas as transmissões e as íntegras no Playplus.com.