Demissão Marta Temido

Marta Temido já não é ministra da Saúde. Apresentou a demissão horas depois da divulgação da morte de uma grávida durante uma transferência de hospital. António Costa aceitou e admite que o caso foi a gota de água. Ainda assim, o primeiro-ministro garante que as reformas na saúde são para continuar.

Fique por dentro das últimas notícias de Portugal e da Europa.

Últimas