Fim do estado de emergência

Marcelo Rebelo de Sousa não vai renovar o Estado de Emergência que termina no dia 2 de maio. Depois de ouvir os especialistas, o chefe de Estado lembrou que a contenção continua a ser vital para vencer a pandemia de Covid-19.