A DECO quer que o Estado disponibilize uma linha de financiamento para o crédito à habitação das famílias em dificuldades. A Defesa do Consumidor avisa que obrigar os bancos a renegociar contratos, pode não ser suficiente para salvaguardar os agregados em risco.

Últimas