O governo italiano exige que o barco com 35 migrantes a bordo abandone o porto na Sicília. O navio tinha 179 pessoas mas apenas mulheres, crianças e doentes tiveram ordem de desembarque.

Últimas