Lusodescendente condenado nos EUA

O lusodescendente suspeito de ter matado a namorada no ano passado, nos Estados Unidos, arrisca a prisão perpétua. Javier da Silva Rojas declarou-se culpado em tribunal.