Velhos nem os trapos

Todos os anos, os portugueses deitam fora cerca de 200 mil toneladas de roupa que acabam em aterros ou espaços de incineração. Números que representam uma pequena parte do impacto ambiental resultante da indústria têxtil, considerada uma das mais poluentes do mundo. Fomos conhecer quem deixou de comprar, quais as alternativas à chamada fast-fashion e os bons exemplos do têxtil em Portugal.