Mulher D+ conquista, mais uma vez, liderança no segmento feminino

Mulher D+ conquista, mais uma vez, liderança no segmento feminino

Mulher D+ conquista, mais uma vez, liderança no segmento feminino

No segmento feminino, a TV Correio está no coração do telespectador paraibano. No dia 17 de setembro, o KANTAR IBOPE MEDIA, líder global em dados, divulgou pesquisa que mostra que o Mulher D+, programa de entretenimento matinal da TV Correio, alcança um índice de 30,95% de share* individual nas TVs paraibanas no segmento. A emissora B, segunda colocada, ficou com apenas 28,75%.
Esse número representa um crescimento de 106% em audiência individual, aferindo que na TV Correio a mulher paraibana se sente bem representada. O programa se destaca também no dado de fidelidade, com 75,18%. Isso significa que mais de 70% do público assiste ao programa do início ao fim, todos os dias.
Bastidores
A apresentadora Fernanda Albuquerque tem como marca a sua espontaneidade e carisma com o público. Iniciou a carreira em 2003, como produtora da 98 FM. Logo, foi convidada para ser coapresentadora de um programa de rádio. Lá, se destacou e recebeu um convite para atuar na TV, no programa Concursos & Empregos. Em seguida, veio o convite para apresentar o Mulher D+. Hoje, Fernanda é referencia no segmento e é muito querida pelo público paraibano.
“O segredo da gente é a união da equipe, pensando sempre no que o telespectador deseja ver. A gente sempre se coloca no lugar do telespectador para saber que quem assistiu ao programa em casa aprendeu algo. A informação é bem pensada para gerar aprendizado”, comenta. “A nossa receita é a junção do entretenimento com jornalismo. Conseguimos fazer com que o público entenda sobre temas importantes e as notícias diárias.”
Particularidade nos resultados
No período da pesquisa, o programa estava sob apresentação da repórter e apresentadora Bruna Borges, que cobria as férias de Fernandinha. “É sempre uma responsabilidade apresentar o Mulher D+, já que ele é, há muito tempo, o programa feminino mais visto da Paraíba. Sempre acolho a missão com muito carinho e zelo, o resultado do empenho é o reconhecimento do público nas redes sociais e, principalmente, nas ruas. Fico imensamente feliz e grata, os números refletem o esforço de uma equipe enorme que se une para levar o melhor para o telespectador”.

Gastronomia
O programa também tem uma veia gastronômica muito forte, representada pelo chef Adeilton Meira, companheiro diário de Fernandinha Albuquerque.
“Pra mim, fazer o programa é um prazer enorme. A gastronomia é uma paixão, eu não tinha noção do que era apresentar o Mulher D+ e foi se tornando uma grande paixão! Estou há mais de 10 anos nessa atividade, com cinco receitas por semana, e nunca as repetimos. A identificação com o telespectador é infinita. Na rua, o telespectador interage e troca receitas, as pessoas pedem também… Essa interação é em todo lugar, nos supermercados, na praia… A liga da gastronomia e o programa é a simplicidade. A simplicidade é o grande segredo, usando os ingredientes caseiros, produtos acessíveis às pessoas e depois uma forma de operação rápida, para um prato arrumado e saboroso”, afirma o chef.
Mais comemorações
A editora do programa, Heloíse Desirée, também comemora. “Há três anos, assumi a edição de texto e edição do Mulher D+. Um programa consolidado e cheio de identidade! Fazer entretenimento em uma realidade mais regional como a nossa não é tarefa fácil. O programa, apesar de ter um forte público feminino, também contempla o público infantil e masculino, construímos uma revista eletrônica com uma variedade de assuntos que permite que o telespectador esteja por dentro dos assuntos mais comentados do momento, mas sem esquecer da cultura, do jornalismo. É uma alegria receber os números da pesquisa como confirmação de que estamos no caminho certo, com muita humildade e sempre dispostos a fazer melhor”.
Já a produtora, Rachel Bellindo, fala que trabalhar com produções dirigidas para o público feminino, mas que também alcançam homens, jovens e crianças, é um desafio diário: “Fazer uma releitura das informações, traduzindo-as para nosso público, sempre é muito gratificante para mim. São quatro anos dedicados a esse projeto que adoro fazer e que já é um sucesso aqui na Paraíba”.
Mais um resultado importante para a TV Correio, afiliada a Record TV no estado da Paraíba, reafirmando a força frente a mais um segmento importante do público paraibano. “O Mulher D+ tem um público telespectador feminino predominante, que chega a 56,51%. Em relação à faixa etária, temos uma grande representatividade no programa, 86,15%, de pessoas entre os 25 a 60+ anos; desses, 60,60% pertencerem às classes sociais A, B, e C”, explica a diretora geral da TV Correio, Paula Gentil.
Comparação do share individual entre emissoras no horário indicado:
• 30,95% Mulher Demais
• 28,75% Emissora B
• 28,68% Emissora C
• 4,09% Emissora D
• 3,21% Emissora E
Fonte: Kantar Ibope Media – MW- João Pessoa – Agosto de 2019 – Comparação de Shr% individual no Segmento Feminino – TV Correio (Mulher D+) : Shr% 30,95% , TV Cabo Branco (É de Casa) Shr% 28,75%, TV Cabo Branco (Mais Você) Shr% 28,68%, TV Tambaú (Com Você) Shr% 4,09 e TV Arapuan (Manhã da Gente) Shr% 3,21%.
*Share: representa, em porcentagem, a participação de determinado programa ou emissora no total de televisores ligados dentro de uma faixa horária.