Record TV Rio Record TV Rio desenvolve ação multiplataforma em homenagem ao Dia da Consciência Negra  

Record TV Rio desenvolve ação multiplataforma em homenagem ao Dia da Consciência Negra  

Série de reportagens, podcasts sobre o tema e posts nas redes sociais fazem parte da ação

  • Record TV Rio | Record TV Emissoras

Divulgação RECORD TV RIO

Desde ontem, 18/11, a emissora carioca vem desenvolvendo ações em homenagem ao Dia da Consciência Negra. Entrou ontem no ar, durante o Cidade Alerta Rio, apresentado por Ernani Alves de segunda a sexta-feira, das 18h às 19h45, a série que homenageia a data. As reportagens, que irão ao ar até amanhã, tratarão de temas como percepção da pessoa negra em relação às suas origens, desigualdades no mercado de trabalho, dados estatísticos e até a curiosa história de uma família da Zona Oeste do Rio que lançou um livro de colorir com representação negra.

As reportagens, apresentadas por Lívia Bonard, Quézia Oliveira e Jefferson Monteiro, mostrarão, por exemplo, que as estatísticas revelam que a justiça brasileira ainda está longe de alcançar a população que sofre de racismo. Nos últimos 15 anos, a proporção de negros no sistema penitenciário cresceu 14%, enquanto a de brancos diminuiu 19%. Hoje, a cada três presos, dois são negros. No Estado do Rio, 70% dos homens presos injustamente são negros.
Outro dado que chama a atenção é que, dos 8 milhões de pessoas que perderam o emprego entre o 1º e o 2º trimestre de 2020, 6,3 milhões eram negros e negras, o equivalente a 71% do total.
 

Além da série de reportagens, a RecordTV Rio, como parte da sua direção multiplataforma, coloca hoje no ar o podcast da série Especiais do Rio, “Racismo e Injustiça”. A repórter Quezia Oliveira entrevista Breno Guimarães, advogado especializado em direito penal. Eles analisam diversos aspectos da lei que deveria combater o crime de racismo. Para ouvir, acesse o Portal R7, Play Plus e as principais plataformas de streaming e áudio.

Além do podcast e da série, as redes sociais da emissora carioca farão uma homenagem à data.

O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado desde 2011 no Brasil. A data remete ao dia da morte de Zumbi de Palmares, líder quilombola que lutou pelo fim do sistema escravista. A expressão “consciência negra” significa, em suma, a percepção da pessoa negra em relação às suas origens, no entendimento das raízes culturais e históricas dos seus antepassados.

RECORD TV RIO

Últimas