Balanço Geral Caso Joaquim: Justiça de SP determina que mãe e padrasto do menino sejam julgados juntos

Caso Joaquim: Justiça de SP determina que mãe e padrasto do menino sejam julgados juntos

O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que a mãe do menino Joaquim, Natália Ponte, e o padrasto do garoto, Guilherme Longo, sejam julgados juntos pelo homicídio do garoto de 3 anos, em novembro de 2013, em Ribeirão Preto.

A Justiça determinou a unificação dos processos de Guilherme Longo e Natália Ponte; o julgamento de Guilherme está marcado para outubro e, com a nova decisão do TJ, Natália deve ser julgada junto com ele.

Últimas