Cidade Alerta Homicídio em Ribeirão: Polícia não descarta relação de crimes

Homicídio em Ribeirão: Polícia não descarta relação de crimes

Tudo teria começado em setembro, quando um líder de uma facção criminosa foi morto. A partir daí, vários assassinatos foram registrados.

  • Cidade Alerta | Do R7

Wellington Prazeres da Silva, de 40 anos, estava na porta de casa no bairro Orestes Lopes de Camargo em Ribeirão Preto, quando foi atingido por disparos e morreu. Wellington tinha passagens por tráfico e fazia parte de uma facção criminosa. Um áudio divulgado nas redes sociais fala sobre a morte dele. Segundo a Polícia, um carro branco foi usado no crime. Dentro dele, três homens e um deles atirou. Nós mostramos um outro homicídio, onde segundo a Polícia, esse mesmo carro branco foi usado. Tudo teria começado em setembro, quando um líder de uma facção criminosa foi morto. A partir daí, vários assassinatos foram registrados. Somente esse mês, seis pessoas foram mortas. A Polícia Militar está atrás dos atiradores. Acompanhe a reportagem.
*Reportagem exibida em 17/06/2021.

Últimas