Cidade Alerta Justiça solta assassino: "drogado" não pode responder pelos atos

Justiça solta assassino: "drogado" não pode responder pelos atos

A justiça mandou soltar o assassino de Tania, em Pirassununga. A alegação é que ele não pode responder pelos seus atos porque é viciado em drogas.

  • Cidade Alerta | Do R7

Tania Trevizan tinha 49 anos quando foi morta em 2018, em Pirassununga. Ela aparece em um vídeo pedindo socorro na rua depois de uma briga com um inquilino. Mas o autor do crime não é esse homem, e sim o caseiro, Jorge Antunes de Lima, de 39 anos, com que ela teve um relacionamento amoroso. A novidade nesse caso é que a justiça mandou soltar o assassino. A alegação é que ele não pode responder pelos seus atos porque é viciado em drogas.

Últimas