SP Record Depois da covid, síndrome inflamatória matou Alícia

Depois da covid, síndrome inflamatória matou Alícia

A síndrome inflamatória que matou Alícia aparece tempos depois da contaminação pelo coronavírus. Por isso, o diagnóstico não é tão fácil.

  • SP Record | Do R7

Digite a legenda da foto aqui

Digite a legenda da foto aqui

Uma síndrome inflamatória provocada pela covid foi a causa da morte de uma menina, de apenas 7 anos. Alícia ficou internada por três dias num hospital particular de Ribeirão e morreu no dia 18 de janeiro. A síndrome inflamatória que matou Alícia aparece tempos depois da contaminação pelo coronavírus. Por isso, o diagnóstico não é tão fácil. Somente agora, três meses depois, a causa da morte da criança foi confirmada.

*Reportagem exibida em 23/04/2021.

Últimas