SP Record Desabafo: família de professora morta pede justiça

Desabafo: família de professora morta pede justiça

  • SP Record | Do R7

A família da diretora da escola de Serrana, que morreu com covid, reclama que a cidade não prestou atendimento médico correto à funcionária pública. A diretora tinha 47 anos e já tinha tomado as duas doses da vacina coronavac, mas precisou ser levada para o hospital de Cajuru. Serrana participou do Projeto "S" do Instituto Butantan e vacinou mais de 90% da população. A cidade conta com um hospital estadual, mas os moradores têm feito críticas à população.
*Reportagem exibida em 20/08/2021.

Últimas