SP Record Ministério Público diz:
 prefeitura financiou separação

Ministério Público diz:
 prefeitura financiou separação

O prefeito de Barretos, Guilherme Ávila, pode ter usado dinheiro da prefeitura para pagar despesas pessoais com o processo de separação dele da ex-mulher. 

  • SP Record | Do R7

O prefeito de Barretos, Guilherme Ávila, do PSDB, pode ter usado dinheiro da prefeitura para pagar despesas pessoais com o processo de separação dele da ex-mulher. A acusação está no documento do Tribunal de Justiça de São Paulo, que embasou a operação do Ministério Público e afastou o prefeito do cargo nesta segunda-feira. A fraude nos holerites de funcionários públicos pode ter desviado até doze milhões de reais dos cofres públicos. No processo de separação, o prefeito Guilherme Ávila é suspeito de ter pago, com dinheiro público, 200 mil reais à ex-mulher.

*Reportagem exibida em 16/12/2020.

Últimas